5 de maio de 2008

Marcel Proust



2 comentários:

Stephen King disse...

Ser grato é a primeira página de um livro de vida que se quer completo na medida do possível, e feliz no minimamente desejável. :)
Ser grato é ter a correcta e justa proporção das coisas. É sentir o pulso do equilibrio das pessoas e mesmo da natureza. É aceitar e crescer na dádiva das coisas boas, e contribuir para elas.
Acho eu :)

Beijocas!!!!

Fipas disse...

E achas bem querido amigo, é isso mesmo! Pena seja que muitas pessoas não façam a menor ideia do que isso é. Não há lugar para muito mais coisas que o seu próprio ego...